Terça-Feira, 17 de Outubro de 2017

27/6/2012 - Ribeirão Preto - SP

UPA atenderá pacientes que sofrerem acidentes com material biológico ou que foram expostas ao HIV




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Ribeirão Preto

A partir da próxima segunda-feira, dia 2 de julho, a UPA – Unidade de Pronto Atendimento- passará a atender os pacientes que foram expostos ao vírus HIV ou sofreram acidentes com material biológico. “Esse atendimento já é feito no Centro de Referência em Especialidades da Secretaria da Saúde, das 7h às 16h. A UPA atenderá os casos que ocorrerem das 16h às 7h, além de sábados, domingos e feriados”, explica a enfermeira Fátima Regina Neves, coordenadora do Programa Municipal de DST/Aids e Hepatites Virais.

Por isso, os profissionais médicos, enfermeiros e farmacêuticos da UPA participaram de uma oficina de capacitação, nesta terça-feira, dia 26, sobre as “Recomendações para abordagem da exposição sexual do HIV e acidente com material biológico para profissionais de saúde – Acidente Ocupacional”.

Segundo a enfermeira Fátima Regina Neves, a profilaxia pós-exposição sexual  (PEP) é uma medida de prevenção que consiste no uso de medicamento até 72 horas após a relação sexual, para reduzir o risco de transmissão do HIV (vírus da Aids), quando ocorrer falha ou falta de uso do preservativo. “Mas ela não é indicada para todos e nem deve ser usada a qualquer momento. Ela não substitui o uso da camisinha e não deve ser utilizada em exposições sucessivas, pois seus efeitos colaterais pelo uso repetitivo são desconhecidos em pessoas HIV negativo”, alerta ela.

Já a quimioprofilaxia pós-acidente ocupacional com material biológico é recomendada aos profissionais de saúde que sofreram exposições com risco significativo de contaminação pelo HIV e Hepatites Virais. “Nesta oficina abordamos as possibilidades de soroconversão, realização do teste rápido para triagem do HIV, estabelecimento de fluxo assistencial e, principalmente, instrumentalização dos profissionais da UPA para acolher com resolutividade os casos que se apresentarem”, explicou.

Este trabalho é desenvolvido em parceria com o Laboratório Municipal.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Mais Ribeirão Preto.


Enviar esta notícia por email
Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2017, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.