Terça-Feira, 25 de Fevereiro de 2020

13/8/2012 - Ribeirão Preto - SP

Secretaria da Saúde abre salas de vacinas para campanha de atualização




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Ribeirão Preto

Os pais que estavam acostumados a levarem seus filhos às unidades de saúde, para receberam a segunda dose da vacina contra a poliomielite no mês agosto, preparem-se: a partir deste ano a segunda fase da campanha de vacinação contra poliomielite será substituída por uma campanha de multivacinação. “O Ministério da Saúde vai inserir duas novas vacinas no calendário. A Pentavalente e a VIP”, explica a enfermeira Larissa Gerin, enfermeira do Programa de Imunização da Secretaria da Saúde.

A Pentavalente vai combater cinco tipos de doenças: Difteria, Tétano, Coqueluche, Meningite (Haemophilus B) e Hepatite B. “Essas vacinas já eram oferecidas: difteria, tétano, coqueluche e haemophilus B constituiam a vacina TETRA e agora, juntamente com a Hepatite B, diminuiu o número de injeções, acrescenta a enfermeira. A partir de agora, a Pentavalente substitui as demais e será destinada às crianças de 2, 4 e 6 meses de idade.

Já a VIP – Vacina Injetável contra a Póliomielite-, que substitui a tradicional gotinha, é destinada às crianças de 2 e 4 meses. “Com essa substituição, a partir deste ano, tivemos em junho a campanha da Gotinha (que vai continuar existindo) e, em agosto acontece a Campanha para corrigir a cobertura vacinal”, justifica.

Por conta dessas mudanças, o Programa de Imunização vai abrir todas as suas salas de vacinas no dia 18 de agosto e, os pais devem levar as crianças de 0 a 4 anos 11 meses e 29 dias para verificar a carteira de vacinação, e a necessidade de receber doses destas ou outras vacinas. “Precisamos manter a erradicação da poliomielite em nosso país. Temos notado que como há muito tempo não se notifica casos de paralisia infantil, muitos pais não têm levado os filhos nas campanhas. Mas alertamos que a doença está erradicada no Brasil, mas não em alguns países, por isso a vacina é de fundamental importância para que o vírus da doença não volte a circular no nosso país”, ressalta Larissa.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Mais Ribeirão Preto.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2020, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.