Quarta-Feira, 20 de Setembro de 2017

13/7/2017 - Ribeirão Preto - SP

Prefeito participa de visita técnica ao sistema de transporte do Rio de Janeiro por VLT




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Ribeirão Preto

Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) é um dos primeiros do mundo a utilizar a tecnologia de alimentação por solo

A convite do presidente da Associação Nacional dos Transportes de Passageiros sobre Trilhos (ANT), Joubert Flores, o prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira, visitou nesta quarta-feira, dia 12, o sistema de transporte Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), implantado no Rio de Janeiro desde 2016.

“Precisamos conhecer o projeto para planejarmos o futuro da nossa cidade. Buscar mais modicidade, conforto, segurança, regularidade e sustentabilidade para melhor mobilidade urbana”, destacou o chefe do Executivo.

A visita teve como objetivo apresentar aos líderes municipais as principais características e desafios para a implantação desse modo de transporte, bem como os benefícios e excelentes índices de satisfação dos usuários com relação aos sistemas já implantados nas cidades brasileiras.

Além de Joubert Flores, acompanharam a visita Paulo Ferreira, diretor de Engenharia e Operação da VLT, Cristiano Lopes Saito, diretor de Desenvolvimento e Negócios da VLT e Tramway da América Latina, e Eric Farcette, diretor financeiro da empresa.

O VLT Carioca é uma rede de veículos leves sobre trilhos em operação no Rio de Janeiro, ligando o Centro à Região Portuária e servindo como integração entre metrô, ônibus urbanos, barcas, rodoviária, teleférico, terminal de cruzeiros e aeroporto e, futuramente, trens urbanos.

Hoje está em operação a linha 1 e 2, mas o sistema completo compreende 3 linhas sendo a última a ser implantada em 2018. A linha 1 entrou em operação junho de 2016, dois meses antes dos Jogos Olímpicos. Já a linha 2 começou a operar, parcialmente, oito meses depois, em fevereiro de 2017.

O VLT do Rio de Janeiro é um dos primeiros do mundo a utilizar a tecnologia de alimentação por solo (APS), dispensando a instalação de catenárias. Os veículos, que serão 32 quando o sistema atingir operação plena, têm capacidade para transportar cerca de 420 pessoas.

Segundo estimativas da ANT, o VLT Carioca deve retirar aproximadamente 60% dos ônibus e 15% dos carros que circulam no Centro do Rio.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Mais Ribeirão Preto.


Enviar esta notícia por email
Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2017, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.