Terça-Feira, 16 de Outubro de 2018

9/1/2018 - Ribeirão Preto - SP

Prefeito assina autorização para implantação da Fiocruz em Ribeirão Preto




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Ribeirão Preto

Recurso de R$ 18 milhões está garantido, viabilizando a implantação da primeira planta no Estado de São Paulo 

O prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira, assina junto com o governador Geraldo Alckmin, na próxima quarta-feira, dia 10 de janeiro, às 10h, no Palácio dos Bandeirantes, a autorização para implantação da unidade da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em Ribeirão Preto.

Junto com o prefeito, participam o grupo de trabalho que foi criado para viabilizar a implantação Fiocruz, com integrantes da prefeitura de Ribeirão Preto, da Fiocruz, da Desenvolve SP, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação e da Invest-SP.

“Estamos trabalhando para a implantação da planta da Fiocruz desde o final de 2016, a primeira do Estado de São Paulo, o que muito nos orgulha. Essa planta tem o investimento estimado em R$ 50 milhões e, nesta primeira etapa, consumirá R$ 18 milhões. Estes investimentos servirão para proporcionar um ganho de saúde pública e qualidade de vida imensurável”, disse o prefeito.

Desde que foi criado, em maio do ano passado, o grupo estudou diversas formas para viabilizar os R$ 18 milhões necessários para a implantação da Fiocruz. Deste valor, a própria Fiocruz conseguiu, junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento, BNDES, cerca de R$ 6 milhões para a implantação da primeira fase, uma plataforma de medicina translacional, junto à Faculdade de Medicina da USP em um prédio de 800 metros quadrados cedidos pela instituição, local em que já está ocorrendo a reforma também custeada pela Faculdade de Medicina.

O valor restante, cerca de R$ 12 milhões, que serão usados na segunda fase para a implantação de uma plataforma de fabricação de kit diagnóstico “point of care”, ou seja, diagnósticos rápidos para diversas doenças, com ênfase em zika vírus, dengue e chikungunya, virá através do Fundo Estadual Científico e Tecnológico (FUNCET).

O governador Geraldo Alckmin ressaltou a importância do projeto para Ribeirão Preto. “Uma grande conquista termos pela primeira vez uma planta da Fiocruz, um dos mais importantes centros, institutos de pesquisa do Brasil com renome internacional a se instalar em Ribeirão Preto. Vai ser um investimento importante na vanguarda da ciência e tecnologia com grande avanço para saúde”, disse.

 



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Mais Ribeirão Preto.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.