Sábado, 16 de Outubro de 2021

Mais lidas da semana

8/10/2012 - Ribeirão Preto - SP

Animais abandonados ganham novo lar no Bosque-Zoo Dr. Fábio Barreto




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Ribeirão Preto

O Bosque/Zoo Municipal Dr. Fábio Barreto recebeu na última semana 14 periquitos do encontro amarelo, cervo catingueiro, cachorro do mato, cinco tamanduás bandeira e três bem-te-vis. Todos foram enviados pela Polícia Ambiental e Bombeiros que encontraram estes filhotes abandonados.

Depois de passarem por exames e avaliações junto ao corpo técnico do Zoológico, permaneceram em quarentena, porém já estão convivendo com os demais animais e aves da mesma espécie.

O Bosque Zoológico compreende uma área verde de 250.880 metros quadrados, abrangendo o Jardim Japonês, revitalizado recentemente, e o já famoso mirante, que possibilita uma vista da cidade. Há ainda inúmeras espécies de invertebrados, fungos, epífitas e entre as árvores estão perobas centenárias, jequitibás, ipês e jatobás que são nativos, além de espécies exóticas introduzidas para compor a paisagem.

Na visita ao Bosque Zoológico, além do serpentário, praça dos felinos, primatas e aves, o público ainda poderá passar pela Casa da Ciência. O Bosque Municipal está localizado na rua Liberdade, s/nº, no bairro Campos Elíseos. Agendamentos escolares e mais informações podem ser solicitadas pelos telefones (16) 3636-2283 / 3636-2513. 

Periquito do Encontro Amarelo - (Brotogeris chiriri) é uma ave também conhecida como periquito-estrela. Apresenta uma faixa amarela na região superior das asas e uma coloração amarelo-esverdeada em sua face. As aves adultas medem de 22 a 23,5 cm de comprimento, cauda 10 cm e asas cerca de 12,5 cm. Possui bico resistente e de cor branco-amarronzada, pelo qual parte seu alimento. Se alimenta de frutos, sementes, flores e néctar.  Estas aves podem ser encontradas em campos de vegetação baixa, ilhas de matas intercaladas, matas ciliares, cerrados. Adaptou-se aos ambientes urbanos, onde se tornou muito comum.

Cervo Catingueiro - Esta espécie habita a região do Pantanal e se alimenta de brotos flores e frutos. Nos meses mais secos, existe uma maior oferta de flores e frutos e isto compensa a deficiência natural de gramas e brotos, deste período. Animal solitário, possui hábitos diurnos. Os machos possuem chifres pequenos e simples, com cerca de 7 cm de altura. Os filhotes podem ser vistos em qualquer época do ano.

Cachorro do Mato - (Cerdocyon thous) - Seu peso varia entre 5 a 8 kg, com 65 cm de comprimento; cauda com 30 cm e focinho comprido (muito confundido com a raposa, animal que vive na Europa). Habita em áreas florestais, cerrados, campos e áreas alteradas e habitadas pelo homem. Possui hábitos noturnos. Podem ser observados nas margens de estradas, onde procuram restos de animais atropelados e, por isso, são também vítimas de atropelamentos. Vive sozinho, apenas na epóca de reprodução é visto em dupla.

Tamanduá Bandeira - Maior representante da família Myrmecophagidae. Pode atingir até 2,1m de comprimento e 45 kg de peso. Não possui dentes, e sua língua pode atingir até 61 cm de comprimento. Produz uma saliva viscosa em que formigas e cupins são retidas. Possuem três dedos nas patas anteriores e cinco nas patas posteriores. Geralmente são cinzas, com membros brancos, com uma banda diagonal preta e branca na altura dos ombros. Os tamanduás tendem a andar sobre os nós dos dedos, devido ao longo comprimento de suas garras. Alimentam-se quase que exclusivamente de formigas e cupins.

Bem te vi - O bem-te-vi é uma ave passeriforme da família dos tiranídeos de nome científico Pitangus sulphuratus, que provêm de pitanga guassu, ou seja, pitanga grande, forma pela qual os índios brasileiros tupi-guarani o chamavam; e do latim sulphuratus, pela cor amarela como enxofre no ventre da ave. Medindo cerca de 23,5 cm, caracteriza-se principalmente pela coloração amarela viva no ventre e uma listra branca no alto da cabeça, além do canto que nomeia o animal. Considerado um dos pássaros mais populares do Brasil, é um dos primeiros a vocalizarem ao amanhecer.  



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Mais Ribeirão Preto.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2021, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.