Sexta-Feira, 18 de Setembro de 2020

Daniel Marx

Pós graduado em criação publicitária e planejamento de propaganda, Pós graduado em Política brasileira e socioeconomia. Com formação em Marketing, Arte Cênica. Consultor Político.
Com diversos cursos na área de produção, direção, roteiro de cinema e TV. Vasta experiência na área de teatro, escritor de diversos livros de auto ajuda, ficção e acadêmico, poeta e roteirista.

Política é muito sério e a sociedade precisa de uma linguagem clara e objetiva.
Arte é algo mágico e necessário e são sobre estes dois temas que sempre vamos falar.

Ver todas as colunas

Idosos da quarentena



Imagem A Gazeta

IDOSOS NA QUARENTENA

O que venho assistindo ultimamente é uma enxurrada de críticas aos idosos que saem de casa ou que brigam para sair, tenho visto diversos vídeos em que seus familiares expões seus idosos tentando pular o muro, abrir o portão da casa ou burla algum tipo de barreira para que possam se libertar do cativeiro em que estão vivendo.

                Estas imagens tem virado memes na internet e divertido a todos que assistem ou compartilham.

                O fato é que isto nada tem de engraçado. Imagine que o idoso no Brasil e em muitos lugares do mundo não tem respeito algum, são esquecidos e colocados de canto pela sociedade egoísta que estamos vivendo.

                Imagine que para nós que estamos de quarentena e temos diversos modos de nos entreter como o celular, o computador, a TV, streaming, redes sociais, ligações para amigos e diversas outras coisas para distrairmos a cabeça, e mesmo assim já ficamos estressados e intolerantes por que não podemos sair para nos divertir, tomar um café com amigos, ir ao cinema, teatro, shopping ou algo assim. Agora imagine o idoso que em sua maioria já não tem essa possibilidade, muitos sequer sabem mexer em uma aparelho eletrônico, não conseguem ficar por diversas horas na frente de uma TV, seus assuntos já não interessam para outros membros da família, e não passam de um peso para muita gente.

                Não é a toa que o índice de suicídio entre os idosos vem crescendo a cada ano, e isso é um dado preocupante.

                Pois saibam que os idosos tinham apenas um passeio ao mercado, uma saída do lado de fora da porta para conversar com um vizinho, uma ida ao banco ou a lojinha da esquina, e isso era uma fuga que os mantinha vivos para si mesmo e para o mundo, e agora isso também lhes foi tirado.

                Então é muito fácil rir dos idosos ou criticar os que ainda querem sair quando na verdade deveríamos neste momento tão complicado e perigoso redobrar os cuidados com os nossos idosos.

                Devemos conversar mais, brincar mais, fazer uma chamada de vídeo para um parente distante, permitir que eles o ajudem a fazer uma tarefa de casa, uma comida ou sobremesa mesmo que não fique tão saborosa mais que é uma maneira de torná-lo parte do seu mundo, para que ele saiba que é importante. Esse momento é ideal para abraçá-lo e deixar que ele conte aquela mesma história de sua infância que você já ouviu mil vezes e continuar a reagir com um sorriso nos lábio. Beijar sua face o dizer o quanto você o ama, algo que talvez já fazia muito tempo que não acontecia. Está na hora deles passarem mais tempos com seus netos e estes o tratar com o devido respeito e atenção que merecem.

                É o momento ideal para que você permita que esse idoso viva os anos que ainda lhe resta com todo o amor que realmente merece, transforme a vida ao redor dele, proteja-o, abrace-o, cuide dele pois amanhã será você nesta cadeira ou nesta cama e saberá o que é ser uma pessoa esquecida... Ou não.

 












Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2020, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.