Sábado, 24 de Junho de 2017

14/6/2017 - Ribeirão Preto - SP

Secretário da Saúde se reúne com conselho de pastores evangélicos para explicar




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Ribeirão Preto

Projeto do Ambulatório Médico Especializado foi apresentado ao grupo de 60 religiosos

Atendendo a uma solicitação do Conselho de Pastores da Igreja Internacional da Família Cristã, o secretário Municipal da Saúde, Sandro Scarpelini, apresentou, nesta terça-feira, dia 13 de junho, o projeto de implantação do primeiro AME (Ambulatório Médico de Especialidades) em Ribeirão Preto, onde atualmente funciona a UBDS Central (Unidade Básica e Distrital de Saúde).

A reunião foi acompanhada por cerca de 60 pastores da igreja, que foi aberta com oração, e pediram que Deus abra os caminhos para do Poder Público para melhorar a vida da população. ”Senhor secretário, seu projeto será estabelecido, em conformidade com a vontade de Deus. Nós cremos num Deus que faz milagres e Deus fará o milagre que o senhor está esperando”, orou o pastor Estevão Machado, um dos intermediadores da reunião.

Durante a explanação que durou cerca de 50 minutos, o secretário apresentou números de filas de espera para consultas e atendimento em especialidades médicas que chegam, em casos há quase três anos, e explicou os benefícios que a implantação do AME nas dependências da UBDS Central trará à população da cidade como a  realização de consultas com especialistas, pequenas cirurgias e exames diagnósticos, criando uma rede de referência com alta resolutividade, com modernos equipamentos que oferecem consultas, exames e em alguns casos cirurgias em um mesmo local, proporcionando maior rapidez aos diagnósticos e tratamento dos pacientes. O investimento e custeio do Ame será em torno de R$ 20 milhões por ano.

Sandro Scarpelini explicou ainda que a estrutura do AME  atenderá 25 especialidades médicas, a estimativa é fazer oito mil consultas médicas e três mil consultas não médicas (dentistas, atendimento em enfermagem, entre outros) por mês, 200 cirurgias ambulatoriais mensais e realizar mais de  22 mil exames por mês.

“O Governador do Estado garantiu a verba para a implantação imediata se arrumássemos um lugar. Não podemos esperar de três a quatro anos para construir um AME. A necessidade da população por atendimento digno em saúde é agora. Por isso reconheci no prédio da UBDS Central, todas as condições para construir o AME até o final do ano", disse Scarpelini.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Mais Ribeirão Preto.


Enviar esta notícia por email

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2017, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.